Atualmente, o uso da tecnologia e o tempo prolongado na posição sentada ou em pé acabam por criar desajustes posturais no nosso corpo. As regiões mais afetadas são as costas, pescoço, ombros e região lombar, que acabam por se tornar muito rígidas.
Outros fatores, como o stress, promovem o excesso de rigidez nestes músculos, podendo levar a fortes dores de cabeça ou outros sintomas, tais como tonturas, hérnias e artrite reumatoide, dificultando os movimentos do dia-a-dia.


As alterações posturais podem causar desequilíbrios musculares, nomeadamente nas costas, que é um dos centros de estabilização do nosso corpo. Os ombros em constante rotação interna podem acentuar as curvaturas naturais da coluna e, por consequência, provocar problemas articulares, entre outros. Os exercícios adequados são necessários e importantes para manter a saúde e diminuir a tensão do dia-a-dia.


As coisas mais específicas, relacionadas com o exercício físico, que podem minimizar essa dor são os exercícios de força adequados e alongamentos que envolvem o pescoço, relaxam os músculos, aumentam a flexibilidade e reduzem a dor e a tensão. Por consequência, é possível aliviar as dores de cabeça e o desconforto que atinge a coluna e os ombros.

Portanto, se sofre deste mal, peça já o seu plano de treino e aumente a sua qualidade de vida.

Bons treinos!