Não é de todo verdade que as dores musculares sejam sinónimo de qualidade de treino.

A base do treino começa no objetivo do praticante e na condição física do mesmo. O processo de treino é uma resposta interna a um determinado estímulo durante determinado tempo, processo este que gera stress no organismo com a finalidade de obter uma adaptação positiva ao stress causado. No entanto, a verdade é que a adaptação ao treino pode ser negativa caso o estímulo tenha sido demasiado intenso ou durante demasiado tempo, daí a importância do acompanhamento de um instrutor no seu treino.

As dores musculares são comuns no processo de treino?

Sim, principalmente para objetivos relacionados com a hipertrofia ou aumento da força resistente. No entanto, não devem ser demasiado regulares, ou seja, não é suposto ter dores musculares sempre que treina, mas sim quando altera rotinas de treino ou metodologias de treino. O que deve sentir regularmente é fadiga muscular.

Bons treinos!