Pilates é um método de controlo muscular criado pelo alemão Joseph Pilates, em meados de 1920, com exercícios que podem ser realizados no solo, com equipamentos exclusivos ou também com recurso a pequenos equipamentos, que visa o total e completo controlo e conexão entre o corpo e mente. Este método prevê não só devolver e restaurar a saúde de indivíduos com patologias/lesões, mas também promove um aumento da qualidade de vida para pessoas saudáveis.

Benefícios do Pilates
O pilates quando praticado regularmente apresenta os seguintes benefícios:
• Melhora a postura;
• Aumenta a resistência muscular;
• Promove uma maior mobilidade articular;
• Alivia tensões;
• Foca-se na respiração;
• Incrementa a flexibilidade;
• Inclui socialização;
• Promove a coordenação motora.

Quem deve fazer Pilates?
Crianças
Para além de benefícios físicos, ao nível da postura, coordenação motora, flexibilidade e perceção/consciência corporal, tem também benefícios no que toca à concentração, à disciplina e ao hábito/gosto pelo exercício/atividade física, prevenindo problemas futuros.

Idosos
O pilates possui uma grande vantagem em relação aos demais métodos de exercícios. Os exercícios de pilates não possuem impacto, o esforço e o tempo em contração podem ser facilmente adaptados ao nível de condicionamento de cada um, independentemente dos problemas que o praticante tiver, seja a nível de ossos, músculos ou articulações. Para além dos benefícios enunciados acima, quando se fala de idosos, há ainda o fator da socialização com outras pessoas, da concentração, da melhoria da qualidade do sono e da redução da fadiga.

Grávidas
Mesmo em fase de gestação, a mulher não necessita de parar por completo a prática de exercício físico, sendo o pilates uma ótima opção face aos benefícios que encontramos neste método de treino, destacando-se o aumento da força do soalho pélvico, a socialização com outras futuras mães, a melhoria na respiração, que beneficiará no momento das contrações durante o parto, e a redução das dores de costas, através dos exercícios focados na zona do corpo que sustenta a coluna, que sofrerá um aumento de peso devido ao bebé.

Pessoas com objetivo de perda de peso
Como qualquer exercício/atividade física, o pilates tem dispêndio energético, o que provoca o gasto de energia. Porém, este método foi desenvolvido com o objetivo de melhorar a condição física e a saúde dos praticantes, estando mais focado na qualidade e eficácia dos movimentos, gastando menos energia que num exercício de força ou cardiovascular. Sendo assim, a melhor opção seria combinar estes tipos de exercício (força e cardiovascular) ao pilates, que funcionam perfeitamente quando corretamente aplicados.

Pessoas com objetivo de aumentar massa muscular e força
Por vezes existe um preconceito por parte de atletas bem treinados e bem condicionados, como é o caso de fisioculturistas, ou mesmo de pessoas que levam o culto do corpo mais “a sério”, que as leva a descartarem o pilates, uma vez que o tipo de treino preferido é a musculação. No entanto, atletas que fazem muito treino e de força e/ou hipertrofia tendem a ter pouca flexibilidade, bem como músculos encurtados. A prática de pilates otimizará a performance/rendimento do atleta na musculação, bem como a melhoria da qualidade do sono (descanso), que está cientificamente provado ser um dos fatores fundamentais à performance de um atleta.


Posto isto, é hora de experimentar as nossas aulas de pilates.
Bons treinos!