As especiarias são consideradas as partes aromáticas das plantas (derivam das raízes, cascas, botões e frutos das plantas). Servem essencialmente para melhorar a conservação dos alimentos e dar-lhes um sabor e aroma característicos. Permitem desta forma reduzir a necessidade de adição de sal nos cozinhados, transformando os pratos em versões mais saudáveis.

De forma simples e resumida apresento-vos as características das especiarias mais comumente utilizadas e sugestões de utilização. São apenas sugestões de utilização, pois pode sempre dar asas à imaginação e fazer uma seleção e combinação das suas especiarias preferidas:

EspeciariaSaborCombina bem com:
AçafrãoPicante, oleoso e aromáticoFrango, Peixe, marisco, arroz e batatas
Açafrão-Da-Índia/CurcumaSuave, perfumadoPeixe, legumes, arroz, ovos
Anis-EstreladoSuave, adocicado, apimentadoPeixe, frango e carne, infusões
CanelaDoce, suave, aromáticaCarne, arroz, espinafres, doces
CoentrosAromático, sabor intensoCarne, legumes, açordas
CominhosPicante, suave, terrosoCarne, arroz, legumes e leguminosas
GengibrePicantePeixe, legumes de raiz
PapricaApimentada, docePorco, frango, legumes
Noz-MoscadaDoce, perfumadoVaca, leite, queijo, legumes
MalaguetaPicante, sabor intensoCarne, peixe, tomate, pimentos
Pimenta PretaForte, ArdenteMolhos, sopas, marinadas, carne e pratos com batata
Pimenta BrancaSuaveSaladas, pratos com requeijão, molhos suaves e peixe
Pimenta VermelhaIntenso e fortePratos mexicanos, indianos, marinadas de carne e de vamarão
Pimenta VerdeLeve e fresco, com menor ardênciaCarne, massas e marinadas

Como conservar?

As especiarias devem ser compradas, preferencialmente, inteiras reduzindo-se a pó apenas no momento de serem utilizadas. Uma vez compradas em embalagens, deve-se ter o cuidado de não adquirir grandes quantidades, para que não percam as qualidades com o tempo.

Depois de abertas, as embalagens devem manter-se bem fechadas, para não absorverem humidade e devem ser guardadas em local seco e protegido da luz.

Nutricionista Filipa Esposeiro (3090N)