As ervas aromáticas são a parte comestível de plantas que, tradicionalmente, são adicionadas aos alimentos pelas suas propriedades aromáticas e por ajudarem na redução do consumo de sal.

O alecrim, o tomilho, os orégãos e o louro devem ser adicionados no início da confeção, uma vez que a cozedura prolongada faz sobressair os seus aromas. De forma contrária, os coentros, a salsa, o manjericão, a hortelã e o cebolinho costumam ser adicionados quase numa fase final para não perderem o aroma. Todas as ervas aromáticas que são consumidas cruas possuem um teor antioxidante superior à sua versão cozinhada.

Partilho um quadro para vos auxiliar na melhor utilização destas ervas, bem como as características nutricionais de cada uma. De qualquer forma são apenas sugestões de utilização, pois pode sempre dar asas à imaginação e fazer uma seleção e combinação das suas aromáticas preferidas:

Erva AromáticaCombina bem com:Composição Nutricional (100g)
AlecrimPorco, massas, queijo, sopas e saladas, batatasvitamina C, potássio, cálcio, fósforo e zinco
CebolinhoOvos, queijo, batatas, peixe, frango, saladas, sopas e limonadaVitamina A, C, potássio, cálcio e fósforo
CoentrosFrango, peixe, marisco, arroz, tomate, saladas e sopasPotássio, cálcio, vitamina A, C e fibra
HortelãBorrego, batatas, ervilhas, tomate, tisanas, limonada, sopas e saladasVitamina A, potássio, cálcio, folatos e fibra
LouroPeixe, legumes e  carne de porcoFibra, vitamina A, C, cálcio e potássio
ManjericãoTomate, legumes verdes, ovos, limonada, sopas, saladas e sobremesaspotássio, cálcio, folatos, fósforo e fibra
OrégãosPorco, peixe, legumes, massas, queijoFibra, cálcio, potássio, vitamina A e folatos
SalsaCarne, peixe, ovos , queijo, legumesVitamina C, A, cálcio, folato e fósforo
Tomilhocarne ou peixe assados ou grelhadosVitamina A, C, potássio, cálcio e fósforo

Nutricionista Filipa Esposeiro (3090N)