Como sabemos, perante a situação atual do nosso país, devemos manter-nos ativos mas na segurança das nossas casas. Para a população mais idosa, a importância de manter a atividade física diária torna-se ainda maior nestas situações de isolamento.

Fontane (1990) descreve atividade física como um comportamento físico contínuo que inclui atividades da vida diária, atividade em geral e exercício físico. Assim, atividade física é qualquer movimento do corpo produzido pelo sistema músculo-esquelético que requer dispêndio energético e produz progressivamente benefícios na saúde (Australian Government Department of Health and Aging, 2009). A atividade física inclui atividades diárias como andar, fazer jardinagem e até a atividades de exercício organizado como aulas de grupo (Australian Government Department of Health and Aging, 2009; OMS, 2011).


De acordo com Warburton et al. (2006), a condição física é um estado fisiológico de bem-estar que permite à pessoa realizar as tarefas do dia-a-dia e/ou ter um bom desempenho desportivo. Nos idosos, os principais componentes a avaliar são a capacidade cardiorrespiratória, força, flexibilidade, agilidade e coordenação. Indo ao encontro destas necessidades, é aconselhável praticar exercícios que permitam desenvolver e manter estas capacidades. Desta forma, irá concentrar a informação para os exercícios que permitam trabalhar a flexibilidade, equilíbrio e coordenação.

De modo a manter e/ou aumentar o equilíbrio e flexibilidade, os grandes grupos musculares devem ser trabalhados, no mínimo, três vezes/semana, podendo ser realizados diariamente (Nied & Franklin, 2002; Tribess & Júnior, 2005). Os movimentos devem ser lentos e a amplitude articular deve ser confortável e não causar dor (Tribess & Júnior, 2005). Referimo-nos ao Body Balance. É uma aula para todas as faixas etárias e adaptável ao seu nível de condição física, características fisiológicas e necessidades específicas. É uma aula que inclui inúmeros movimentos de coordenação, realizados de forma suave e sempre acompanhados com excelentes músicas calmas. Passa também por exercícios de flexibilidade para os grandes grupos musculares e ainda proporciona momentos para trabalhar o seu equilíbrio, terminando a aula com um relaxamento guiado.

Esta modalidade pode ser praticada 3 vezes por semana ou se preferir diariamente. Ao fazê-lo, irá sentir uma enorme sensação de bem-estar e relaxamento. Pode alternar a prática desta modalidade com outros treinos mais intensos que poderá fazer durante a semana.
Se não conhece ou nunca ouviu falar desta modalidade é uma ótima oportunidade para experimentar e até partilhar com quem esteja em casa, pois é indicada para todos!

Bons treinos!